07 Passos para fazer um resumo eficiente

07 Passos para fazer um resumo eficiente

Você costuma usar a técnica de fazer resumo quando estuda para concurso?

Fazer resumo é uma técnica de estudo muito eficaz. E pode ajudar você a se preparar para o concurso de maneira mais eficiente.

Mas muitas pessoas ainda não usam essa técnica por achar trabalhoso ou até mesmo por não saberem como fazer um resumo.

Muitas vezes ao começar a fazer um resumo, você ainda não sabe exatamente quais são as informações principais e o que precisa ser anotado. Quem nunca fez um resumo maior do que o texto original que atire a primeira pedra.;)

É só começar a ler que dúvidas sobre o que escrever começam a aparecer:

“Será que isso cai na prova? Acho que isso é muito importante, preciso anotar”.

“Essa parte não entendi muito bem, vou escrever para não esquecer”.

“Esse professor é muito bom, preciso anotar tudo o que ele diz”.

Essas dúvidas podem fazer com que o resumo fique maior do que o texto original. Em alguns casos, o resumo se torna uma cópia do livro (ou da aula).

Então, como separar as informações importantes das que dificilmente cairão na prova?

Como fazer um resumo eficiente, capaz de ajudá-lo a aprender os conteúdos e memorizá-los sem que isso roube o seu precioso tempo?

Siga lendo este artigo e aprenda:

7 passos para fazer um resumo eficiente


7 passos para fazer um resumo eficiente

1° Passo: faça seu resumo à mão

Cada vez mais, estudantes têm substituído as canetas pelo teclado. Embora o computador seja uma importante ferramenta de estudo, usá-lo para digitar seu resumo pode ser uma desvantagem.

Nos últimos anos, estudos foram realizados para analisar se o cérebro reage de maneira diferente quando se está digitando e escrevendo.

O psicólogo Stanlislas Dehaene, do College de France, Paris, liderou uma das pesquisas sobre esse assunto. Em uma entrevista divulgada recentemente, ele afirmou que um circuito neural singular é ativado automaticamente no cérebro quando escrevemos. Isso acontece de maneira diferente quando se está digitando.

Quando você escreve seus resumos à mão, você está envolvendo muito mais regiões do seu cérebro do que quando está digitando as mesmas letras.

E como você já deve saber, quanto mais áreas do seu cérebro estiverem envolvidas durante o estudo, mais você aprende e memoriza as informações.

Portanto, da próxima vez que você for fazer um resumo, faça-o à mão. Escolha com atenção as palavras, use canetas coloridas, divida os tópicos em subtópicos, faça desenhos. Quanto mais você se envolver mais eficiente ele fica.

2° Passo: saiba o que precisa aprender

Como você pode fazer isso? Lendo o edital e conhecendo as matérias que serão cobradas. Depois disso, elabore um plano de estudo esquematizado tendo como base o edital (se o edital do concurso ainda não foi publicado, busque o edital do concurso anterior e se baseie nele). Antes de começar e estudar e fazer seu resumo saiba exatamente o que precisa aprender.

3° Passo: divida a matéria por tópicos e leia o material com muita atenção

Antes de começar a escrever, faça uma leitura geral do tópico a ser estudado. Essa leitura tem a finalidade de fazer você ter uma visão geral do tópico.

Nesse artigo, você encontra técnicas para aumentar sua velocidade de leitura.

4° Passo: sublinhe apenas as palavras chaves

Depois da 1ª leitura, você pode reler o material e procurar as palavras chaves. Tenha em mente que nem tudo é importante e que você não deve sublinhar a frase inteira. Escolha uma ou duas palavras que resumam os conceitos, a finalidade e a aplicação da matéria.

Use perguntas como guia, por exemplo: o que é isso? Pra que serve? Como é aplicado?

Como a banca cobraria isso? O que pode confundir mais o estudante? Qual o assunto que gera mais polêmica, etc.

5° Passo: faça o resumo com suas próprias palavras

Agora que você já tem informações suficientes para entender alguma coisa do conteúdo, escreva seu resumo. É muito importante que você use as suas palavras. Evite cair na armadilha de copiar a sentença inteira do livro.

Use as palavras chaves que você escolheu e escreva o resumo com suas próprias palavras, como se você estivesse explicando para alguém.

Ao escrever com suas palavras, você é forçado a pensar mais sobre o assunto e a escolher as palavras com mais atenção.

Estudos mostram que essa atitude faz com que você mantenha-se focado apenas no essencial. Além disso, quando você escolhe suas palavras, você consegue memorizar com mais facilidade a matéria.

6° Passo: releia seu resumo

Antes de concluir leia e releia seu resumo. Certifique-se que todas as informações que você precisa estão organizadas de maneira clara e concisa e se for necessário, faça alterações.

7° Passo: dica de ouro

Muitas vezes ficamos em dúvida se nosso resumo está bom, se conseguimos fazer as anotações certas, se não nos esquecemos de alguma informação importante.

Se isso acontecer com você, leve 2 coisas em consideração:

seu resumo não é uma obra acabada, ele pode e deve receber alterações;

a melhor maneira de descobrir se seu resumo está eficiente á através da realização de questões sobre o assunto estudado.

As questões não servem apenas como termômetro para indicar o que você aprendeu, serve também como um excelente indicativo para saber se seu resumo está bom.

Nesse artigo, indico os 7 melhores sites de questões para concurso. Se você ainda não usa essa excelente ferramenta, não perca mais tempo. 😉

Quando você errar uma questão, analise se a resposta dela estava no seu resumo. Se você não a encontrou, inclua essa informação no resumo.

Seguindo esses 07 passos você terá resumos eficientes, que lhe ajudarão a revisar a matéria e ter os conhecimentos necessários para o dia da prova. 😉

Se esse artigo ajudou você, por favor, compartilhe-o com seus amigos. Desse modo, todos sairemos ganhando.

Aproveite também para se inscrever em nossa lista de email e seja o primeiro a receber novos artigos como esse.
Basta colocar seu email abaixo e confirmá-lo depois!

Um abraço e até a próxima!

Idealizadora do projeto Quero Ser Concursado. Tem como missão ajudar concursandos a aprenderem a estudar de acordo com o funcionamento do cérebro, através de um método baseado nas mais recentes descobertas da neuroaprendizagem.

CONTEÚDO VIP

Insira seu e-mail abaixo e receba gratuitamente dicas surpreendentes sobre como estudar para concursos públicos!

Fique tranquilo, NUNCA enviamos spam!