Curva do esquecimento: saiba como ela sabota seus estudos

curva do esquecimento: saiba como ela sabota seus estudos

Tem coisa mais estressante do que esquecer grande parte da matéria que levou horas estudando?

Você se esforça para aprender e tenta memorizar o máximo de conteúdo possível, mas são tantas disciplinas, tantos assuntos diferentes que você precisa estudar…

Na maioria das vezes você mal consegue entender um tópico e já precisa passar para outro, o tempo é escasso.

Chega um determinado momento em que você se dá conta de que não lembra mais do que estudou no dia anterior, muito menos do que estudou na semana passada. 🙁

É frustrante saber que mesmo tendo dedicado muitas horas para aprender a matéria, o seu resultado não é compatível com seu esforço.

E a situação fica pior cada vez que você decide resolver questões sobre o assunto que estudou, e não consegue identificar a alternativa correta.

Parece que algumas matérias foram simplesmente “deletadas” da sua cabeça e que você terá que estudar tudo de novo, começando do zero.

O que provavelmente será impossível, já que o tempo é escasso e a quantidade de matéria é absurda.

Então, você começa a ter medo.

Medo de ter um branco na hora da prova e não conseguir acertar o suficiente para ficar dentro das vagas;

Medo de estar jogando tempo e dinheiro fora, afinal de contas você precisa investir para ter acesso a bons materiais;

Medo de não conseguir, de decepcionar a sua família…

Isso tudo gera uma ansiedade muito grande e você não demora a colocar parte da culpa na sua memória “fraca”!

Mas, será que você tem problema de memória ou será que não está sabendo como usar a sua capacidade de aprender e lembrar o que estudou?

Se isso já aconteceu com você, não desanime.

Saiba que a culpa não é sua, pois isso afeta quase todo mundo que estuda (ou já estudou) para concurso!

A culpa é da falta de informação sobre como podemos facilitar o processo de memorização.

O fato é que passamos anos estudando, mas não aprendemos (nem na escola, nem na faculdade, muito menos nos cursinhos preparatórios) métodos e técnicas que facilitem o armazenamento desse conhecimento na memória.

E isso gera um enorme problema quando nos preparamos para um concurso em que memória é exigida ao máximo.

Foi em busca de uma solução para esse problema que eu descobri que na verdade esse “esquecimento” está relacionado diretamente com a forma como nosso cérebro memoriza.

Meu objetivo com esse artigo será mostrar para você que esse problema tem solução e que isso pode ser mais simples do que você imagina!

Mas antes você precisa saber alguns fatos importantes sobre o funcionamento da memória.

Está curioso? Então siga lendo o artigo. 😉

Por que você esquece


Por que você esquece

Talvez você se surpreenda ao saber que neurocientistas descobriram que esquecer é um processo natural e muito importante para manter a sanidade mental.

Você já imaginou como seria se você conseguisse se lembrar de tudo o que acontece diariamente na sua vida? Com certeza você se sentiria muito sobrecarregado mentalmente.

Para evitar essa sobrecarga cognitiva o cérebro usa alguns “critérios” para “selecionar” o que será ou não esquecido (mas isso é tema para outro post ;).

No entanto, é importante que você saiba que o esquecimento é um processo natural e que afeta todo mundo

Mas uma das descobertas científicas sobre o assunto que mais me surpreendeu foi a de que o cérebro começa a esquecer gradativamente das informações, minutos após recebê-las 😮

Isso explica por que depois de um tempo sem estudar a matéria, você tem aquela sensação de que tudo o que estudou sobre o assunto foi deletado da sua cabeça.

Isso sim é um grande problema! Esse tipo de esquecimento pode afastar você do seu sonho de ser concursado, pois vai prejudicar muito seu resultado na prova.

Está gostando do artigo? Quer ficar por dentro das novidades, então cadastre seu e-mail logo abaixo!

CONTEÚDO VIP

Insira seu e-mail abaixo e receba gratuitamente dicas surpreendentes sobre como estudar para concursos públicos!

Fique tranquilo, NUNCA enviamos spam!

 

Quando você começa a esquecer


Quando você começa a esquecer

Você sabia que, em 1985, o psicólogo e filósofo alemão Hermann Ebbinghaus fez importantes descobertas a respeito do processo de esquecimento?

São essas descobertas que, hoje, nos ajudam a saber por quanto tempo uma informação fica armazenada na memória antes de ser esquecida parcial ou totalmente.

Em suas pesquisas, Ebbinghaus conseguiu identificar os momentos exatos do decréscimo na porcentagem de retenção de informações os quais ilustrou em um gráfico que ficou conhecido como a “curva do esquecimento”.

Embora já tenha se passado muitos anos, as descobertas de Ebbinghaus são aceitas, até hoje.

Diversos estudos científicos realizados recentemente comprovaram que a curva do esquecimento é a principal responsável pela perda de grande parte das informações aprendidas e que afeta a nossa capacidade de lembrar o que estudamos.

Segundo as descobertas de Ebbinghaus, a curva do esquecimento já começa a agir logo depois que você termina de estudar um assunto.

Siga lendo e descubra como a curva do esquecimento está sabotando os seus esforços para passar no concurso. 😉

Como a curva do esquecimento funciona


Como a curva do esquecimento funciona

Para que você entenda da maneira mais didática possível como a curva do esquecimento interfere nos seus estudos, irei usar como exemplo uma aula com uma hora de duração sobre um assunto a que você tenha pouco ou nenhum conhecimento.

Talvez você não saiba, mas, ao término da aula o cérebro terá absorvido no máximo 75% das informações que estudou, pois nessa fase o cérebro ainda não tem informações suficientes para entender completamente a matéria.

Como você viu a curva do esquecimento começa logo após o final da aula e seu declínio é progressivo.

O gráfico da curva do esquecimento de Ebbinghaus ilustra o processo de esquecimento ao longo do tempo:

nos 10 minutos após o término da aula;
nas 24 horas seguintes;
em 1 semana e,
30 dias após a aula.

Dessa forma veja o que acontece 10 minutos após o término da aula:

Curva do esquecimento: dez minutos após a sessão de estudo

Você começou com 75% de retenção, mas após 10 minutos, sem tocar na matéria, restará apenas 45%. (30% já foi esquecido)!

Conforme o tempo vai passando, a curva não para de cair. Veja o que acontece no dia seguinte:

Curva do esquecimento: no dia seguinte após a sessão de estudo

Nas próximas 24 horas dos 75% iniciais, você irá conseguir lembrar apenas 22% do conteúdo que entendeu.

Por isso que quando você retoma o estudo no dia seguinte, precisa pensar um pouco para lembrar em que parte da matéria parou.

Agora veja o que acontece com a curva uma semana após a sessão de estudo:

Curva do esquecimento: uma semana após a sessão de estudo

Na semana seguinte, dos 75% iniciais, você conseguirá lembra de apenas 10% da matéria que entendeu.

Mas a curva não para por aí…

Veja o que acontece, um mês depois:

Curva do esquecimento: um mês após a sessão de estudo

Um mês após a sessão de estudo, se você não tiver feito nada para reter a informação na memória, você terá esquecido praticamente toda a matéria e provavelmente, terá que estudar novamente a matéria, desde o início. 😮

Você consegue perceber como a curva do esquecimento está sabotando os seus esforços de ser aprovado no concurso Público?

A conclusão que vários especialistas na área chegaram é que se você não fizer alguma coisa para reter a matéria na memória até o dia da prova, ela será naturalmente esquecida.

Não importa quantos cursos você faça, quantas horas você estuda por dia; se você não tiver uma estratégia para superar a curva do esquecimento, ela vai arruinar seus esforços.

Mas isso não precisa ser assim!

Não deixe que a curva do esquecimento atrapalhe seu sonho de ser concursado!

P. s: Você quer aprender como superar a curva do esquecimento?

Quer aprender como aumentar a sua capacidade de retenção inicial de 75% para até 100% do conteúdo estudado?

Então, veja o artigo onde explico o que você fazer para superar a Curva do Esquecimento clicando aqui!

Um  forte abraço e até a próxima!

Idealizadora do projeto Quero Ser Concursado. Tem como missão ajudar concursandos a aprenderem a estudar de acordo com o funcionamento do cérebro, através de um método baseado nas mais recentes descobertas da neuroaprendizagem.

CONTEÚDO VIP

Insira seu e-mail abaixo e receba gratuitamente dicas surpreendentes sobre como estudar para concursos públicos!

Fique tranquilo, NUNCA enviamos spam!